3º Segredo de Fátima - Conspiração - RESUMO

Anúncios são de responsabilidade do Google AdSense – qualquer anúncio que não professe a fé católica, informe-nos para que possamos bloquear o site exposto!


MATÉRIAS - Fátima - 3º Segredo - Conspiração

---------------------  

Palavras da Santíssima Virgem em Fátima: «Se atenderem a Meus pedidos, a Rússia se converterá e terão Paz; se não, espalhará os seus erros pelo Mundo, causando guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados; o Santo Padre terá muito que sofrer; várias nações serão aniquiladas.» Ora a Rússia não se converteu. Os erros da Rússia - onde se inclui o holocausto do aborto “legalizado” - têm-se espalhado pelo Mundo inteiro. Não há Paz. E até mesmo os não-Católicos e aqueles que não acreditam vivem hoje no temor de um aniquilamento de nações. Assim, fazendo-nos eco das palavras do Papa São Gregório Magno, é melhor que surja este escândalo do que a verdade permaneça escondida - especialmente quando, como é o caso, a verdade pode impedir uma catástrofe à escala mundial.

Quanto ao pedido da Consagração da Rússia - que, se for feita, trará «ao Mundo algum tempo de paz» e, se não for, «várias nações serão aniquiladas» (entre outros males de que o mundo há-de padecer) -, será credível o castigo que ameaça o seu não-cumprimento?

Como, por exemplo, afirmar que a Consagração da Rússia ao Imaculado Coração de Maria pôde ser concretizada com a Consagração do Mundo, sem ter havido, deliberadamente, qualquer menção à Rússia?

Continha ela uma série de profecias – o fim da I Guerra Mundial, a eleição do Papa Pio XI, o começo da II Guerra Mundial e a expansão da Rússia comunista –, cada uma das quais aconteceu como fora predito. Desde o tempo das aparições que as evidências provaram ser suficientes para suscitar a adesão de seis Papas sucessivos, assim como de milhões de Fiéis; e foram também suficientes para levar o Vaticano, a beatificar os pequenos Francisco e Jacinta Marto, falecidos ainda crianças, e a comemorar as aparições de Nossa Senhora de Fátima no Missal Romano - livro oficial da Igreja para a celebração da Santa Missa.

Uma outra profecia da Mensagem, apenas parcialmente divulgada, é o Terceiro Segredo de Fátima - a que nos referiremos mais adiante neste Preâmbulo.

Como a própria Igreja ensina (cf. Vaticano I, e a encíclica Fides et Ratio, de João Paulo II), a Fé não entra em conflito com a razão. Não é necessário que os Católicos deixem de raciocinar ou de usar o seu senso comum só por serem Católicos. Isso não seria Fé, mas cegueira — a cegueira dos Fariseus. E é o que acontece com a Mensagem de Fátima. Não interessa o que alguns indivíduos no Vaticano gostariam que ela fosse; a Igreja não quer que acreditemos em disparates quando se trata do verdadeiro significado da Mensagem.

Por isso lhe pedimos, leitor, que use o seu senso comum, que tenha um espírito aberto, que considere as evidências desapaixonadamente e, então, decida. Com efeito, deve tomar uma decisão. Porque, se o empreendimento que levámos a cabo é verdade, então o que está em risco neste caso é nada menos do que a salvação de milhões de almas (incluindo, possivelmente, a sua), a sanidade da Igreja e a sobrevivência da própria civilização, nesta era da humanidade. Não foi por outra razão que a Mãe de Deus confiou a Mensagem de Fátima ao nosso Mundo, cada vez mais crescentemente exposto ao perigo.

------------------------

Para ser revelado ao Mundo em 1960

       Porquê 1960? Em 1955, o Cardeal Ottaviani perguntou à Irmã Lúcia por que razão a carta não devia ser aberta antes de 1960. Respondeu-lhe ela: «porque então parecerá mais claro». Tinha feito com que o Bispo de Leiria prometesse que o Segredo seria lido ao Mundo aquando da sua morte, mas nunca mais tarde que 1960, «porque a Santíssima Virgem assim o quer». E escreveu o Cónego Barthas: «Além disso, [o Terceiro Segredo] não tardará a ser conhecido, porque a Irmã Lúcia afirma que é o desejo de Nossa Senhora que ele seja publicado a partir de 1960».

       Este depoimento introduz um terceiro fato crucial a respeito do Segredo: que devia ser revelado em 1960. De fato, o Cardeal Patriarca de Lisboa declarou em Fevereiro de 1960:

       O Bispo D. José Alves Correia da Silva meteu [o envelope fechado por Lúcia] noutro envelope, no qual escreveu que a carta devia ser aberta em 1960 por ele, D. José Alves Correia da Silva, se ainda fosse vivo, ou, em caso contrário, pelo Cardeal Patriarca de Lisboa. [ênfase acrescentada]

       Diz-nos o Padre Alonso:

       Outros Bispos também falaram - e com autoridade - sobre o ano de 1960 como sendo a data indicada para abrir a famosa carta. Assim, quando o então Bispo titular de Tiava e Bispo Auxiliar de Lisboa perguntou a Lúcia quando deveria ser aberto o Segredo, recebeu sempre a mesma resposta: em 1960. [ênfase acrescentada]

       E em 1959, D. João Venâncio, novo Bispo de Leiria, declarou:

       Penso que a carta não será aberta antes de 1960. A Irmã Lúcia pediu que não fosse aberta antes da sua morte, ou antes de 1960. Estamos agora em 1959 e a Irmã Lúcia está de boa saúde. [ênfase acrescentada]

       Finalmente, temos a declaração do Vaticano, de 8 de Fevereiro de 1960 (divulgada num comunicado da agência noticiosa portuguesa ANI), sobre a decisão de suprimir o Segredo -  Lê-se na declaração do Vaticano:

       (…) é muito possível que nunca venha a ser aberta a carta em que a Irmã Lúcia escreveu as palavras que Nossa Senhora confiou aos três pastorinhos, como segredo, na Cova da Iria18. [ênfase acrescentada]

       Assim, todos os depoimentos indicam que o Segredo foi escrito como uma carta, numa só folha de papel com 20 a 25 linhas de texto manuscrito e margens de 7,5 milímetros de cada lado - Segredo esse que devia ser revelado em 1960 e não mais tarde; e particularmente nesse ano porque, então, “seria muito mais claro”.

       Foi este documento que o Bispo D. João Venâncio transferiu para o Núncio Papal que, por sua vez, o transferiu para o Santo Ofício (hoje chamado Congregação para a Doutrina da Fé) em 1957:

       Chegado ao Vaticano em 16 de Abril de 1957, o Segredo foi certamente colocado pelo Papa Pio XII na sua secretária pessoal, numa caixinha de madeira com a inscrição Secretum Sancti Officii (Segredo do Santo Ofício).

       É importante notar que o Papa estava à frente do Santo Ofício antes da reorganização do Vaticano, feita pelo Papa Paulo VI em 1967. Por isso, era apropriado que o Papa ficasse com o Terceiro Segredo na sua posse e que a caixa em que o colocara fosse rotulada como “Segredo do Santo Ofício”. Estando o Papa à frente do Santo Ofício, esta caixa ficou a fazer parte do respectivo arquivo. 

Concluimos este ponto chamando a atenção para o fato de ainda haver mais uma fonte da qual podemos inferir este aspecto do Terceiro Segredo. Em 1963, a publicação alemã Neues Europa divulgou algo que parecia ser uma parte do Terceiro Segredo: que estaria Cardeal contra Cardeal, Bispo contra Bispo. Sabemos isto porque, quando foi inquirido se o relato da Neues Europa deveria ou não ser publicado, o Cardeal Ottaviani, que também tinha lido o Terceiro Segredo - embora fosse de uma personalidade muito seca e bastante indiferente á maioria das aparições -, exclamou com toda a ênfase: «Publiquem 10.000 exemplares! Publiquem 20.000 exemplares! Publiquem 30.000 exemplares!»1.

Depois, há também o testemunho do falecido Padre Malachi Martin, de que a mensagem de Garabandal (Espanha) contém o Terceiro Segredo ou alguns dos seus elementos. O Padre Martin - que era conhecedor do Terceiro Segredo porque ele próprio o tinha lido, e que lera também a mensagem de Garabandal - disse que fora devido à decisão do Vaticano de não divulgar o Terceiro Segredo em 1960 que Nossa Senhora tinha aparecido em Garabandal em 1961, a fim de O revelar. O que está na mensagem de Garabandal? Entre outras coisas, a mensagem de Garabandal diz: «muitos Cardeais, Bispos e Sacerdotes estão no caminho do Inferno, e “arrastam” consigo muitíssimas almas.» Repare-se mais uma vez na reiteração da ideia de arrastar almas para o Inferno. A mesma terminologia aparece no reparo da Irmã Lúcia ao Padre Fuentes: «O demónio sabe que os religiosos e os Sacerdotes que caem na sua bela vocação arrastam numerosas almas para o inferno»19; e na homilia do Papa, a 13 de Maio de 2000, que se refere à cena no Livro do Apocalipse na qual a cauda do dragão arrasta um terço das estrelas (almas consagradas) do Céu.

Enquanto as aparições de Garabandal não são formalmente aprovadas, o Bispo de Santander (que detém a jurisdição de Garabandal) disse que nada na mensagem era contrário à Fé Católica.

1-Testemunho pessoal de Mons. Corrado Balducci do Vaticano, aposentado, ao Padre Nicholas Gruner, ao Dr. Christopher Ferrara e a várias outras testemunhas. Este fato é também atestado por Marco Tosatti, no seu livro Il Segreto Non Svelato (O segredo não revelado), (Edizioni Piemme Spa, Casale Monferrato, Italia, Maio 2002), p. 86.

O Senhor Marco Tosatti escreve: «O Padre Mastrocola, director de uma revista informativa, “Santa Rita”, pediu ao Cardeal Ottaviani autorização para reimprimir as profecias divulgadas em “Neues Europa”. A resposta foi encorajante, mas embaraçosa à luz da “divulgação” do segredo feita a 26 de Junho de 2000. “-Imprima, imprima!” - respondeu o Cardeal encarregue do Terceiro Segredo - “Publique todos os exemplares que quiser, porque a Santíssima Virgem já o queria publicado em 1960.” Também a Rádio Vaticano falou deste texto em 1977, aquando do décimo aniversario da ida do Papa Paulo VI a Fátima. O texto de “Neues Europa” teve uma grande circulação tendo sido republicado até no L'Osservatore Romano, edição de Domingo, 15 de Outubro de 1978».

 

O Padre Agustín Fuentes

       Em 26 de Dezembro de 1957, o Padre Fuentes entrevistou a Irmã Lúcia. A entrevista foi publicada em 1958 com um imprimatur do seu Prelado, o Arcebispo Sánchez, de Veracruz, México. Entre outras coisas, a Irmã Lúcia disse o seguinte ao Padre Fuentes: 

Padre, a Santíssima Virgem está muito triste, por ninguém fazer caso da Sua Mensagem, nem os bons nem os maus: os bons, porque continuam no seu caminho de bondade, mas sem fazer caso desta Mensagem; os maus, porque, não vendo que o castigo de Deus já paira sobre eles por causa dos seus pecados, continuam também no seu caminho de maldade, sem fazer caso desta Mensagem. Mas - creia-me, Senhor Padre - Deus vai castigar o Mundo, e vai castigá-lo de uma maneira tremenda. O castigo do Céu está iminente. 

Senhor Padre, o que falta para 1960? E o que sucederá então? Será uma coisa muito triste para todos, não uma coisa alegre, se, antes, o Mundo não fizer oração e penitência. Não posso detalhar mais, uma vez que é ainda um segredo. (…) 

Esta é a Terceira parte da Mensagem de Nossa Senhora que ficará em segredo até 1960.   

Diga-lhes, Senhor Padre, que a Santíssima Virgem repetidas vezes - tanto aos meus primos Francisco e Jacinta como a mim - nos disse que ‘muitas nações desaparecerão da face da terra, que a Rússia seria o instrumento do castigo do Céu para todo o Mundo, se antes não alcançássemos a conversão dessa pobre nação’. 

Senhor Padre, o demónio está travando uma batalha decisiva contra a Virgem Maria. E como sabe que é o que mais ofende a Deus e o que, em menos tempo, lhe fará ganhar um maior número de almas, trata de ganhar para si as almas consagradas a Deus, pois que desta maneira deixa também o campo das almas desamparado e mais facilmente se apodera delas.  

O que aflige o Imaculado Coração de Maria e o Sagrado Coração de Jesus é a queda das almas dos Religiosos e dos Sacerdotes. O demónio sabe que os Religiosos e os Sacerdotes que caem na sua bela vocação, arrastam numerosas almas para o inferno. (…) O demónio quer tomar posse das almas consagradas. Tenta corrompê-las para adormecer as almas dos leigos e levá-las deste modo à impenitência final1

(1) A tradução inglesa da entrevista dada pela Irmã Lúcia ao Padre Fuentes encontra-se na obra de Frère Michel The Whole Truth About Fatima - Vol. III, pp. 503-508. Frère Michel explica que o texto foi tirado da obra do erudito de Fátima, Padre Joaquín Alonso, La verdad sobre el Secreto de Fátima (pp. 103-106) e do texto do Padre Ryan, publicado na edição de Junho de 1959 de Fatima Findings e no Nº 8-9, Agosto-Setembro de 1961, da revista italiana Messaggero del Cuore di Maria. A entrevista da Irmã Lúcia ao Padre Fuentes foi publicada com o Imprimatur do Arcebispo Sanchez, de Veracruz (México).

O Padre Alonso       

Antes de falecer em 1981, o Padre Joaquín Alonso, que foi o arquivista oficial de Fátima durante dezasseis anos, testemunhou o seguinte:       

Seria, então, de toda a probabilidade que (…) o texto faça referências concretas à crise da Fé na Igreja e à negligência dos Seus próprios Pastores [e às] lutas intestinas no seio da própria Igreja e de graves negligências pastorais por parte das altas Hierarquias 1.       

No período que precede o grande triunfo do Imaculado Coração de Maria, sucederão coisas tremendas que são objeto da terceira parte do Segredo. Que coisas serão essas? Se “em Portugal, se conservará sempre o dogma da Fé”, (…) pode claramente deduzir-se destas palavras que, em outros lugares da Igreja, estes dogmas vão tornar-se obscuros ou chegarão mesmo a perder-se 2.       

Falaria o texto original (e inédito) de circunstâncias concretas? É muito possível que não só fale de uma verdadeira ‘crise de fé’ na Igreja durante este período intermédio, mas ainda, como acontece com o segredo de La Salette, por exemplo, que haja referências mais concretas às lutas internas dos Católicos ou às deficiências de Sacerdotes e Religiosos. Talvez se refira, inclusivamente, às próprias deficiências da alta Hierarquia da Igreja. Por isso, nada disto é alheio a outros comunicados que a Irmã Lúcia tenha feito sobre este assunto 3.

1. The Whole Truth About Fatima - Vol. III, p. 704.

2. Padre Joaquín Alonso, La verdad sobre el Secreto de Fátima, Cf. The Whole Truth About Fatima - Vol. III, p. 687.

3. Ibid., pp. 705-706.

Sobre tudo isso, escreveu ainda recentemente Antonio Socci:

“O Cardeal Ottaviani e o Cardeal Ciappi (“no terceiro segredo se profetiza, entra outras coisas, que a grande apostasia na Igreja partirá da sua cúpula”). Um conceito análogo transparece das palavras de Lucia ao padre Fuentes e de duas declarações do Cardeal Ratzinger. Eu noticiei isso só como jornalista, explicando que muitos interpretam a apostasia em referência aos efeitos do Concílio. (A.Socci, Carta Aberta ao Cardeal Bertone).

--------------------------------------

O Cardeal Ratzinger

       Em 11 de Novembro de 1984, o Cardeal Ratzinger, chefe da Congregação para a Doutrina da Fé, deu uma entrevista à revista Jesus, uma publicação das Irmãs Paulinas. Intitulava-se “Aqui está o motivo de a Fé estar em crise”, e foi publicada com a autorização explícita do Cardeal. Nesta entrevista, o Cardeal Ratzinger admite que uma crise da Fé está a afetar a Igreja em todo o Mundo. Neste contexto, revela que leu o Terceiro Segredo, e que este se refere a «perigos que ameaçam a Fé e a vida do Cristão, e, consequentemente, do Mundo».

       O Cardeal confirma assim a tese do Padre Alonso, segundo a qual o Segredo se refere a uma apostasia generalizada na Igreja. Na mesma entrevista, o Cardeal Ratzinger diz que o Segredo também se refere à «importância dos Novissimi [os últimos tempos / as últimas coisas]», e que, «se não foi tornado público, pelo menos por agora, foi para impedir que a profecia religiosa viesse a descambar no sensacionalismo (…)» O Cardeal mais revela que «o conteúdo deste ‘Terceiro Segredo’ corresponde ao que é anunciado nas Sagradas Escrituras e que tem sido dito, muitas e muitas vezes, em várias outras aparições de Nossa Senhora, a começar por esta, de Fátima, no seu conteúdo já conhecido»1.

1. Ibid., pp. 822-823. Cf. também a revista Jesus, 11 de Novembro de 1984, p. 79, e ainda The Fatima Crusader, Nº 37, Verão de 1991, p. 7.

-------------------------------------------------

D. Alberto Cosme do Amaral

       Completamente de acordo com o Cardeal Ratzinger está D. Alberto Cosme do Amaral, terceiro Bispo de Fátima. Num discurso em Viena de Áustria, em 10 de Setembro de 1984, disse o seguinte:

       O conteúdo [do Terceiro Segredo] diz respeito, unicamente, à nossa Fé. (…) Identificar o [Terceiro] Segredo com anúncios catastróficos ou com um holocausto nuclear é deformar o sentido da mensagem. A perda de Fé de um continente é pior do que o aniquilar de uma nação; e a verdade é que a Fé está continuamente a diminuir na Europa1. [ênfase acrescentada]

1. Fatima: Tragedy and Triumph, pp. 243-244. Cf. também The Whole Truth About Fatima - Vol. III, p. 676.

É importante notar que Dom Alberto Cosme do Amaral - dentro da tentativa global de ocultação e supressão da verdade sobre Fátima - foi pressionado no sentido de retirar os seus comentários, pouco tempo depois de terem sido feitos. Porém, passados mais de dez anos e agora aposentado e em segurança, o Bispo reafirmou informalmente o seu testemunho, numa entrevista pública em 1995, acrescentando um pormenor crucial às evidências: «Antes de afirmar em Viena (em 1984) que o Terceiro Segredo se relaciona só com a nossa Fé e com a perda da Fé, eu consultei previamente a Irmã Lúcia e obtive a sua aprovação». Logo, foi a própria Irmã Lúcia que confirmou, indiretamente e uma vez mais, que o verdadeiro Terceiro Segredo - na sua totalidade - prediz uma apostasia na Igreja.

------------------------------------------

O Cardeal Oddi

       Em 17 de Março de 1990, o Cardeal Oddi fez a seguinte declaração ao jornalista italiano Lucio Brunelli, publicada no jornal Il Sabato:

  Ele [o Terceiro Segredo] não tem nada a ver com Gorbachev. A Santíssima Virgem estava a avisar-nos contra a apostasia na Igreja.

--------------------------------

O Cardeal Ciappi

       A estas testemunhas devemos acrescentar as palavras do Cardeal Mario Luigi Ciappi, que era, precisamente, o Teólogo pessoal do Papa João Paulo II. Numa comunicação particular com um certo Professor Baumgartner, em Salzburgo, o Cardeal Ciappi revelou que:

      "No Terceiro Segredo prediz-se, entre outras coisas, que a grande apostasia na Igreja começará pelo cimo"1

1. Cf. Padre Gerard Mura, “The Third Secret of Fatima: Has It Been Completely Revealed?”, na publicação periódica Catholic (publicada pelos Redentoristas Transalpinos, Ilhas Órcades, Escócia, Grã-Bretanha), Março de 2002. 

Pio XII confirma
que o Segredo prevê a apostasia na Igreja

       Mas o testemunho talvez mais notável de todos, quanto a este assunto, embora de uma relevância indireta, é o do Cardeal Eugenio Pacelli - antes de se tornar o Papa Pio XII - quando ainda era Secretário de Estado do Vaticano durante o reinado de Pio XI. Falando ainda antes de a Irmã Lúcia ter escrito o Terceiro Segredo, o futuro Pio XII fez uma profecia espantosa sobre uma futura convulsão na Igreja:

       As mensagens da Santíssima Virgem a Lúcia de Fátima preocupam-me. Esta persistência de Maria sobre os perigos que ameaçam a Igreja é um aviso do Céu contra o suicídio de alterar a Fé na Sua liturgia, na Sua teologia e na Sua alma. (…) Ouço à minha volta inovadores que querem desmantelar a Capela-Mor, destruir a chama universal da Igreja, rejeitar os Seus ornamentos e fazê-lA ter remorsos do Seu passado histórico.

       O biógrafo do Papa Pio XII, Monsenhor Roche, anotou que neste momento da conversa, Pio XII disse então (em reposta a uma objecção):

       Chegará um dia em que o Mundo civilizado negará o seu Deus, em que a Igreja duvidará como Pedro duvidou. Ela será tentada a acreditar que o homem se tornou Deus. Nas nossas igrejas, os Cristãos procurarão em vão a lamparina vermelha onde Deus os espera. Como Maria Madalena, chorando perante o túmulo vazio, perguntarão: “Para onde O levaram?”1.

(1) Roche, Pie XII Devant l'Histoire, pp. 52-53.

       É realmente espantoso notar que o futuro Papa relacionava esta intuição aparentemente sobrenatural da devastação que se aproximava da Igreja especificamente com «as mensagens da Santíssima Virgem a Lúcia de Fátima» e com «esta persistência de Maria sobre os perigos que ameaçam a Igreja». Uma tal predição não teria qualquer sentido se se baseasse nas primeiras duas partes do Grande Segredo, que não mencionam coisas como «o suicídio de alterar a Fé na Sua liturgia, na Sua teologia e na Sua alma», ou «inovadores que querem desmantelar a Capela-Mor, destruir a chama universal da Igreja, rejeitar os Seus ornamentos e fazê-lA ter remorsos do Seu passado histórico.» E também não há qualquer indicação, nas duas primeiras partes, de que «Nas nossas igrejas, os Cristãos procurarão em vão a lamparina vermelha onde Deus os espera».

       Como é que o futuro Papa Pio XII sabia estas coisas? É evidente que lhe foi concedido um vislumbre sobrenatural, ou que tinha conhecimento direto de que uma parte das «mensagens da Santíssima Virgem a Lúcia de Fátima», que até então não tinha sido revelada, previa estes acontecimentos futuros na Igreja.

       Em resumo, todos os testemunhos acerca do conteúdo do Terceiro Segredo, desde 1944 até pelo menos 1984 (a data da entrevista de Ratzinger), confirmam que este se refere a uma perda catastrófica da Fé e da disciplina na Igreja, abrindo uma brecha às forças há tanto tempo alinhadas contra Ela - os “inovadores” que o futuro Papa Pio XII ouvia “à minha volta”, clamando pelo desmantelamento da Capela-Mor e por mudanças na liturgia e na teologia católicas.

       Como demonstraremos, esta brecha começou a ter lugar em 1960, precisamente no ano em que, como a Irmã Lúcia tinha insistido, a terceira parte do Segredo devia ser revelada.

----------------------

O Papa Paulo VI admite que a Igreja
foi invadida pelo pensamento mundano

       Como até o Papa Paulo VI admitiu oito anos após o Concílio, «a abertura ao mundo tornou-se uma verdadeira invasão da Igreja pelo pensamento mundano. Fomos talvez demasiado fraco e imprudente.» Mas já três anos depois do Concílio o Papa Paulo VI tinha admitido que «A Igreja está num período agitado de autocrítica, que poderia antes chamar-se auto-demolição»1. E em 1972, talvez no mais espantoso comentário jamais feito por um Pontífice Romano, Paulo VI lamentou que «Por alguma fresta o fumo de Satanás entrou no Templo de Deus»2.

Papa Paulo VI  disse:

"A Igreja encontra-Se numa hora de inquietude, de auto-crítica e, pode mesmo dizer-se, de auto-destruição! É como que uma revolução interna, aguda e complicada, para a qual ninguém estava preparado depois do Concílio." (7 de Dezembro, 1968)

1. Discurso ao Lombard College, 7 de Dezembro de 1968.

2. Discurso de 30 de Junho de 1972.

O Padre Valinho

       Depois, há ainda - 2ª testemunha - o Sr. Padre José dos Santos Valinho, sobrinho da Irmã Lúcia. No livro de Renzo e Roberto Allegri, Reportage su Fatima (Milão, 2000), publicado - muito providencialmente - precisamente antes da divulgação da visão do Terceiro Segredo e da publicação de AMF por Ratzinger/Bertone, o Padre Valinho expressava a opinião de que o Terceiro Segredo vaticina a apostasia na Igreja1.

1. Ibid.

       Em resumo, cada uma das testemunhas - até o Cardeal Ratzinger, em 1984 - depôs sobre o assunto no mesmo sentido: que o conteúdo do Terceiro Segredo de Fátima aponta para uma crise da Fé na Igreja Católica, uma apostasia, com consequências graves para o mundo inteiro; nenhuma das testemunhas negou uma só vez que é isto mesmo o que o Terceiro Segredo pressagia; e a Irmã Lúcia nunca corrigiu qualquer destes depoimentos, mesmo se, ao longo de toda a sua vida, não hesitou em corrigir aqueles que deturpam os conteúdos da Mensagem de Fátima.

O Padre Joseph Schweig

Não posso revelar nada do que ouvi sobre Fátima no que respeita ao Terceiro Segredo, mas posso dizer que tem duas partes: uma fala do Papa; a outra, logicamente (embora eu não deva dizer nada), teria de ser a continuação das palavras: «Em Portugal se conservará sempre o dogma da Fé».

----------------------------------------

 «Temos que admitir realisticamente e com sentimentos de intensa dor que hoje os Cristãos, na sua grande parte, sentem-se perdidos, confusos, perplexos e mesmo desapontados; abundantemente se espalham idéias contrárias à verdade que foi revelada e que sempre foi ensinada; heresias, no sentido lato e próprio da palavra, propagaram-se na área do dogma e da moral, criando dúvidas, confusões e rebelião; a liturgia foi adulterada. Imersos num relativismo intelectual e moral e, portanto, no permissivismo, os Cristãos são tentados pelo ateísmo, pelo agnosticismo, por um iluminismo vagamente moral e por um Cristianismo sociológico desprovido de dogmas definidos ou de uma moralidade objectiva».

Papa João Paulo II, citado em
L'Osservatore Romano
,
7 de Fevereiro de 1981.

  «Ela [a Bem-Aventurada Sempre Virgem Maria] disse-me que o demônio está travando uma batalha decisiva contra a Virgem Maria - e uma batalha decisiva é uma batalha final, onde se vai saber de que lado será vitória e de que lado será a derrota. Por isso, agora, ou somos de Deus ou somos do demônio: não há meio termo».

  Irmã Lúcia de Fátima,
em conversa com o Padre Fuentes,
26 de Dezembro de 1957.

----------------------

3º GUERRA MUNDIAL

pelo Padre Paul Kramer

Pouco antes da Primavera de 1991, quando visitei Fátima, Nossa Senhora revelou à Irmã Lúcia (segundo uma fonte de muita confiança em Fátima) que o Terceiro Segredo seria revelado durante uma grande guerra. O Terceiro Segredo ainda não foi completamente revelado, como até o próprio Cardeal Ratzinger admitiu numa conversa particular com uma pessoa de língua alemã, amigo pessoal de longa data do Papa João Paulo II (e que eu conheço pessoalmente), que o confrontou com a alegada publicação de "todo" o Terceiro Segredo. Ratzinger respondeu: "De fato, isso não era tudo". O Terceiro Segredo será revelado, mas será tarde: só depois de se ter desencadeado a próxima guerra mundial.

--------------------

pelo Padre Paul Kramer

O falecido Padre Malachi Martin disse, na sua última entrevista no Art Bell Show (1998), que havia qualquer coisa chocante e horrível no Terceiro Segredo de Fátima. Não é a aniquilação de nações, uma guerra nuclear ou perseguição sangrenta à Igreja. É algo de muito pior. O Papa Pio XII referiu-se a isto quando declarou em 1945: "O mundo está à beira de um precipício assustador... Os homens devem preparar-se para um sofrimento tal como a humanidade nunca viu". O Terceiro Segredo é apocalíptico e portanto corresponde aos textos escatológicos da Sagrada Escritura. Foi isto que o Cardeal Ratzinger indicou, quando revelou que o Segredo diz respeito aos ‘novissimi’ – as ‘últimas coisas’, e corresponde ao que está revelado na Sagrada Escritura.

Quando fizeram perguntas na Alemanha ao Papa João Paulo II sobre o Terceiro Segredo, ele disse que "devemos estar preparados para passar por grandes provações num futuro não muito distante, provações essas que exigirão que estejamos prontos a dar as nossas vidas..."1 Quando o Papa João Paulo II ainda era o Cardeal Wojtyla, tratou deste tema durante uma visita aos Estados Unidos em 1976:

"Estamos agora deparados com a maior confrontação histórica por que passou a humanidade. Não creio que grande parte da sociedade americana, ou grande parte da comunidade cristã, esteja a compreender bem isto. Estamos agora a ver a confrontação final entre a Igreja e a anti-Igreja, entre o Evangelho e o anti-Evangelho.2  É uma provação que a Igreja deve enfrentar".

 

(1) Cf. Stimme des Glaubens de Novembro de 1980.

(2) "Notable and Quotable", Cardeal Karol Wojtyla, no Wall Street Journal de Novembro de 1978.

-------------------

O Cardeal Ratzinger (Papa Bento XVI) , Prefeito da Congregação da Doutrina da Fé no Vaticano, disse em novembro de 1984, na entrevista a Revista "Gesú",a respeito do 3º Segredo de Fátima: "Os fatos contidos neste terceiro segredo, correspondem ao que anuncia o Capítulo 24 de Isaías, e estão confirmados por muitas outras aparições Marianas."

 

ALGUNS PENSAMENTOS para AGOSTO, 2005

por D. Richard Williamson da FSSPX

vide: www.fsspx.org

Na edição de Maio-Junho deste ano da revista francesa bimestral “Sous la Bannière”, na página 7, há uma interessante citação atribuída ao Cardeal Ratzinger, agora Papa Bento XVI. Lê-se o seguinte:

“Uma fonte na Áustria, que prefere ficar anônima, nos assegura que o Cardeal Ratzinger recentemente admitiu a seguinte frase a um bispo austríaco seu amigo:

‘Eu tenho dois problemas em minha consciência: D.Lefebvre e Fátima. Quanto ao último (fátima), minha mão foi forçada. Quanto ao primeiro, eu falhei.”

------------------------

Numa de suas viagens, o Papa João Paulo II foi colhido de  surpresa por um grupo de repórteres que lhe perguntaram:

 

" - Em que consiste o segredo de Fátima? Ele não devia ser  publicado em 1960? Por que não o foi?

Resposta:

" - Por causa da gravidade do conteúdo e para não  desencorajar o poder mundial do comunismo a realizar certos empreendimentos, os meus antecessores escolheram diplomaticamente protelar sua publicação. Por outro lado, se lemos que os oceanos inundarão grandes extensões do mundo, que de um momento para outro milhões de pessoas perecerão, não é o caso de se gritar tanto pela divulgação de um tal segredo... O mais  importante é estarmos preparados e fortes, confiados em Jesus Cristo e em Sua Mãe," E, tomando o terço na mão, disse: "Eis o remédio contra o mal. Rezem, rezem, e não perguntem mais nada. Confiem tudo o mais a Nossa Senhora".

Essas palavras foram proferidas em Fulda (Alemanha), em 1981, e a pergunta dos repórteres certamente foi motivada pela publicação, no L'Osservatore della Domenica (Jornal do Vaticano), de uma matéria do padre Corrado Balducci, intitulada "Profecia e realidade", na qual se dava a público o que seria a parte essencial do terceiro segredo de Fátima. Entre outras coisas dizia o seguinte:

"Uma grande guerra acontecerá na segunda metade do século XX. Fogo e fumaça cairão do céu e as águas dos oceanos se transformarão em vapor, lançando sua espuma para o céu. Tudo quanto estiver de pé será derrubado e milhões e milhões de homens perderão a vida de uma hora para outra. Os sobreviventes invejarão a sorte dos mortos. Até onde a vista alcançar se verá tribulação, miséria e ruínas em todos os países.

Eis que o tempo se aproxima e o abismo se aprofunda mais e mais. Não resta mais saída: os bons perecerão com os maus, os grandes com os pequenos, os príncipes da Igreja com seus fiéis, os poderosos do mundo com seus povos. Em toda a parte reinará morte, levada ao triunfo por homens perdidos e pelos escravos de Satanás, que serão então os únicos senhores da terra.

Por fim, os que sobreviverem a esses acontecimentos proclamarão novamente a Deus e a Sua glória e O servirão como outrora, quando o mundo não se encontrava tão pervertido" .

Curiosamente, nem o cardeal Ratzinger (atual Papa Bento XVI )  nem o Papa João Paulo II contestaram essa publicação, que já tinha saído, em 1963, no jornal 'Neues Europa', e seria reproduzida no jornal do Vaticano, em 1982, pelo diário parisiense 'Le Monde'. Tem-se até a impressão de que o próprio Vaticano teria facilitado esse "vazamento", a fim de que a informação chegasse ao público por vias não oficiais.

 

-----------------------------

No entanto, diante da iminência de uma guerra nuclear, Paulo VI mandou fazer dele um resumo, para enviar, por via diplomática, aos três maiores chefes de Estado daquele tempo: John Kennedy, dos Estados Unidos, ao Primeiro Ministro da Inglaterra, Mac Millan, e a Kruchev, da União Soviética, para que dele tomassem conhecimento e evitassem um conflito, que seria fatal à humanidade.

Esse resumo, conhecido como "cópia diplomática", saiu publicado no ''L'Osservatore della Domenica"(15/1O/1978), um jornal do Vaticano e, a seguir, pelo diário alemão ''Neus Europa"; pelo periódico "Agora", de Lisboa; por "El Pueblo', de Madri, e pela "Voz de España". A revista "Gesù", de novembro de 1984, publicou uma entrevista com o cardeal  Ratzinger, prefeito da Congregação da Doutrina da Fé, que tivera oportunidade de ler o texto completo do "terceiro segredo".

- Por que não o revelam na íntegra? - indagaram-lhe.

- Porque, segundo o parecer dos Papas, nada acrescenta ao que um  cristão deve saber da Revelação: um chamado radical à conversão, os perigos que pesam sobre a fé, a vida do cristão e o mundo e, em seguida, a importância dos últimos tempos. - Ele conclui dizendo: Os fatos contidos neste terceiro segredo correspondem ao que anuncia o capítulo 24 de Isaías, e estão confirmados por muitas outras aparições marianas.

CÓPIA DIPLOMÁTICA DO 3º SEGREDO QUE SAIU NO ''L'Osservatore della Domenica"(15/1O/1978), um jornal do Vaticano e, a seguir, pelo diário alemão ''Neus Europa"; pelo periódico "Agora", de Lisboa; por "El Pueblo', de Madri, e pela "Voz de España". >>>>>>>>>>>  http://www.fimdostempos.net/fatima4.html

-------------------------------

Em 1936, pouco antes de partir para sua viagem aos Estados Unidos, o Secretário de Estado de Pio XI, Cardeal Eugênio Pacelli, o futuro Pio XII, disse ao Conde Enrico Pietro Galleazzi:

“Suponha , meu caro amigo, que o comunismo seja apenas o mais visível dos órgãos de subversão contra a Igreja e contra a tradição da revelação divina, então nós vamos assistir á invasão de tudo o que é espiritual, a filosofia, a ciência, o direito, o ensino, as artes, a imprensa a literatura, o teatro e a religião. Estou obcecado pelas confidências da Virgem à pequena Lúcia de Fátima. Essa obstinação de Nossa Senhora diante do perigo que ameaça a Igreja, é um aviso divino contra o suicídio que representaria a alteração da fé, em sua liturgia, sua teologia e sua alma”.(...)

“Ouço em redor de mim os inovadores que querem desmantelar a Capela Sagrada, destruir a chama universal da Igreja, rejeitar seus ornamentos, dar-lhe remorso de seu passado histórico”.

“Pois bem, meu caro amigo, estou convicto que a Igreja de Pedro deve assumir o seu passado ou então ela cavará sua sepultura”.

"...um dia virá em que o mundo civilizado renegará seu Deus, em que a Igreja duvidará como Pedro duvidou. Ela será tentada a crer que o homem se tornou Deus, que seu Filho é apenas um símbolo, uma filosofia como tantas outras, e nas igrejas os cristãos procurarão em vão a lâmpada vermelha em que Deus os espera”.

 

-------------------------

Trecho de reportagem – EXTRA – 16/04/05
Também ontem foi divulgada a última mensagem escrita pelo Papa João Paulo II. Pouco antes de sua última internação, o Pontífice advertiu sobre "sombras escuras" envolvendo a humanidade.


Trecho de reportagem- O GLOBO - 04/02/05
Vaticano divulga texto de Papa sobre 'sinais da morte'
O turco Ali Agca, que tentou matar o Papa em 1981, enviou ontem votos de que ele se recupere, antes de completar com uma estranha mensagem. "Agora o senhor tem que confirmar a verdade Divina de que estamos chegando ao fim do mundo. Esta é última geração da Humanidade na Terra", disse Agca, que, após ser libertado na Itália pelo ataque ao Papa, foi extraditado para a Turquia onde está preso pela morte de um jornalista.


Homem que tentou matar Papa diz que teve a ajuda de cardeais
Ali Agca, autor do atentado contra o papa João Paulo 2º, revela em entrevista exclusiva ao jornal italiano La Republica : sem a ajuda de alguns sacerdotes e cardeais ele não teria atirado contra o pontífice em 13 de maio de 1981. A afirmação vem um dia depois de um documento mostrar que a KGB, serviço secreto soviético, estaria envolvida no atentado. O turco disse também ao jornal que serviços secretos de alguns países europeus não revelaram tudo o que sabem sobre o assunto. Ali Agca pode dizer os nomes dos cúmplices em um livro que fica pronto em dois meses e terá 150 páginas. Fonte: www.montfort.org.br
                                           

 

O Papa João Paulo II disse em Denver no Colorado (USA), à 15/08/93 perante 250.000 jovens: "Nós entramos no advento da 2ª vinda de Cristo e devemos preparar-nos, com a oração e o testemunho."

 

O Vaticano veiculou a seguinte notícia: O papa João Paulo II pediu ontem (01/12/96) aos fiéis, em sua homilia durante uma Missa celebrada numa igreja de Roma: a" se preparem para a volta definitiva de Jesus Cristo à terra". 

--------------------

Existem duas partes do 3º segredo 

e a parte que foi divulgada (26 de Junho de 2000) NÃO bate com a interpretação de Sodano

Como mesmo disse o Padre Joseph Schweig: Não posso revelar nada do que ouvi sobre Fátima no que respeita ao Terceiro Segredo, mas posso dizer que tem duas partes: uma fala do Papa; a outra, logicamente (embora eu não deva dizer nada), teria de ser a continuação das palavras: «Em Portugal se conservará sempre o dogma da Fé». E também baseado em outras fontes, existem 2 partes do 3º Segredo de Fátima, uma destas partes se refere a parte em que se fala do Papa que foi apresentada em 26 de Junho de 2000.

Então, em 26 de junho de 2000, quando a Visão do Segredo foi finalmente publicado, soubemos que o Cardeal Sodano não tinha dito a verdade. O Segredo não diz que o Papa cai “aparentemente morto”, mas diz que ele é morto.

Até mesmo o Washington Post, em sua matéria de 1o. de Julho, notou a discrepância: “O Terceiro Segredo Incita Mais Perguntas: A Interpretação de Fátima diverge da Visão”.

“Em 13 de maio, o Cardeal Ângelo Sodano, um alto funcionário do Vaticano, anunciou a iminente divulgação do texto cuidadosamente guardado. O Cardeal disse que o Terceiro Segredo de Fátima prenunciou não o fim do mundo, como alguns especulavam, mas o disparo feito contra o Papa João Paulo II, na Praça de São Pedro, em 13 de maio de 1981. Sodano disse que o manuscrito… fala de um ‘bispo vestido de branco’ que, enquanto fazia seu caminho entre cadáveres e mártires, cai ao solo, aparentemente morto, sob o disparo de uma arma de fogo. Mas o texto divulgado na segunda-feira (26 de junho) não deixa qualquer dúvida acerca da sorte do bispo, dizendo que ele ‘era morto por um grupo de soldados que o balearam e flecharam. ’. Todos os que estavam com o bispo também morrem: bispos, sacerdotes, monges, freiras e leigos. João Paulo sobreviveu ao tiro que acertou suas mãos de um único atirador, Mehmet Ali Agca, e ninguém na multidão foi ferido no ataque.”

A visão de Irmã Lúcia que fala do Papa ( Bispo vestido de branco ) e que não tem nada a ver com a "interpretação" explanada por Sodano, a seguir:

Depois das duas partes que já expus, vimos ao lado esquerdo de Nossa Senhora um pouco mais alto um Anjo com uma espada de fôgo em a mão esquerda; ao centilar, despedia chamas que parecia iam encendiar o mundo; mas apagavam-se com o contacto do brilho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro: O Anjo apontando com a mão direita para a terra, com voz forte disse: Penitência, Penitência, Penitência! E vimos n'uma luz emensa que é Deus: “algo semelhante a como se vêem as pessoas n'um espelho quando lhe passam por diante” um Bispo vestido de Branco “tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre”. Varios outros Bispos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no cimo da qual estava uma grande Cruz de troncos toscos como se fôra de sobreiro com a casca; o Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade meia em ruínas, e meio trémulo com andar vacilante, acabrunhado de dôr e pena, ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho; chegado ao cimo do monte, prostrado de juelhos aos pés da grande Cruz foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam varios tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns trás outros os Bispos Sacerdotes, religiosos e religiosas e varias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de varias classes e posições. Sob os dois braços da Cruz estavam dois Anjos cada um com um regador de cristal em a mão, n'êles recolhiam o sangue dos Martires e com êle regavam as almas que se aproximavam de Deus.

-------------------

O 3º Segredo de Fátima será revelado em sua Totalidade por Bento XVI

         "Filhos, a Igreja sofre! Há o trono bem governado, porém rodeado de inimigos!  

Digo-vos, filhos: Deveis confiar em Bento XVI : continua a historia da Igreja em suas mãos, já que “as portas do inferno não prevalecerão contra ela!

Há botes... haverá botes, armadilhas, mas Deus sempre age no momento correto. Assim mesmo, entre dificuldades, a Igreja caminha!

Rezai por Bento XVI: ele guarda o Grande Segredo!

De fato, o Segredo da Igreja, dado em Fátima, está sob sua guarda! Houve tramas para anulá-lo, (anular o segredo) mas o poder do Espírito Santo fez Bento XVI ocupar o trono e o segredo, e este será revelado em toda sua verdade, em todo seu conteúdo... mas o será, na hora da verdade!

E é próximo o dia!

A apostasia, a força inimiga que viria antes do fim, já está exposta, e por isso o fim é próximo!

Rezai muito: poucos dias vos separam do início da nova historia!

Os precursores já se elevam...os inimigos de Deus erguem suas bandeiras e já se colocam em evidência. As profecias começam a se cumprir. Amém!

Eu vos peço: ficai alerta. Defendei sempre este Santo Sacramento: a Eucaristia, única salvação, em poder da única igreja que salva! Amém? "

90 dias contados depois da carta, Deus agirá!

"O segredo está guardado (3º Segredo de Fátima) e não muda o plano!
E no ano que se seguir ao da visita ao Brasil, Pedro emitirá uma carta a todos os povos e nações, que trará ainda mais descontentamento, mas que selará os seus propósitos.
Neste ano, Deus mostrará seu Braço Forte! E a terra tremerá.


Complemento - AKITA e LA SALETTE - APARIÇÕES OFICIALMENTE APROVADAS PELO VATICANO

AKITA - terceira e última mensagem

«Minha querida filha, ouve bem o que vou te dizer. E informarás o teu Superior.»

Depois de um breve silêncio:

«Como já te disse, se os homens não se arrependerem e não melhorarem, o Pai infligirá um castigo terrível à humanidade inteira.

Será um castigo mais severo que o dilúvio, tal como jamais houve antes.

Cairá do Céu um fogo que aniquilará uma grande parte da humanidade, tanto os bons como os maus, não poupando nem os sacerdotes nem os fiéis. Os sobreviventes se encontrarão em tal desolação que invejarão os mortos.

As únicas armas que nos restarão então serão o Rosário e o Sinal deixado pelo Meu Filho.

Rezem cada dia as orações do Rosário. Com o Rosário, rezem pelo Papa, pelos Bispos e pelos sacerdotes.

A ação do diabo se infiltrará mesmo na Igreja, de modo que serão vistos cardeais se oporem a cardeais, bispos a outros bispos.

Os padres que me veneram serão desprezados e combatidos por seus confrades; as igrejas, os altares serão saqueados, a Igreja estará cheia daqueles que mantém compromissos espúrios e o demônio forçará muitos sacerdotes e consagrados a deixarem o serviço do Senhor.

O demônio se encarniçará sobretudo contra as almas consagradas a Deus.

A perspectiva da perda de numerosas almas é a causa da minha tristeza. Se os pecados crescerem em número e gravidade, para esses não haverá perdão.»

http://www.fimdostempos.net/akita.html 

LA SALETTE

1) Os sacerdotes, ministros de Meu Filho, por causa de sua má vida, pelas suas irreverências e pela sua impiedade ao celebrar os santos mistérios, pelo amor ao dinheiro, amor as honras e prazeres, converteram-se em "cloacas de impureza". Sim, os sacerdotes provocam a vingança e a vingança pende sobre suas cabeças.

2) Ai dos sacerdotes e pessoas consagradas a Deus, que pelas suas infidelidades e más vidas crucificam meu filho de novo! Os pecados das pessoas consagradas a Deus "clamam aos céus" e atraem a vingança e eis que a vingança está as suas portas, porque já não se encontra ninguém para implorar misericórdia e perdão para o povo. Já não há almas generosas, já não há ninguém digno de oferecer a Vítima sem mancha ao Eterno Pai, pelo mundo. Deus vai castigar de uma maneira sem precedentes. Ai dos habitantes da terra! Deus vai esgotar a sua cólera e ninguém poderá fugir de tantos males juntos.

3) Os chefes, os condutores do povo de Deus, descuraram a oração e da penitência e o demônio obscureceu as suas inteligências. Tornaram-se naquelas estrelas errantes(Ap 12,4), que a serpente arrastará com a cauda para as fazer perecer. Deus permitirá que a antiga serpente ponha divisão entre os soberanos, em todas as sociedades e em todas as famílias. Sofrer-se-ão penas físicas e morais. Deus abandonará os homens a si mesmos e enviará castigos que hão de se suceder por mais de 35 anos seguidos.

4) A sociedade está nas vésperas das mais terríveis calamidades e dos maiores acontecimentos. Deverá esperar vir a ser governada com vara de ferro e beber o cálice da cólera de Deus!

5) Que o Vigário de Meu Filho, o Sumo Pontífice Pio IX, não saia de Roma depois de 1959; mas que seja firme e generoso, que combata com as armas da fé e do amor. Eu estarei com ele;

6) Que desconfie de Napoleão; o seu coração é falso e quando ele quiser ser ao mesmo tempo, papa e Imperador, depressa deus se retirará dele: ele é aquela águia que, querendo sempre subir mais alto, cairá sobre a espada de que se queria servir para obrigar os povos à submissão!

7) A Itália será castigada pela ambição, por querer sacudir o jugo do Senhor dos Senhores; também ela será entregue à guerra. O sangue correrá por todo o lado, as Igrejas serão fechadas ou profanadas; falos-ão morrer e morrer de morte cruel. Muitos abandonarão a fé e o número dos sacerdotes e religiosos que apostatarão da religião verdadeira será grande; entre estes se encontrarão até mesmo bispos.

8) Que o Papa se acautele contra os fazedores de milagres, porque chegou o tempo em que se hão de operar os mais espantosos prodígios na terra e no ar;

9) No ano de 1864 serão desencadeados do inferno, Lucifer com um grande número de demônios: eles abolirão a fé pouco a pouco, mesmo nas pessoas consagradas a Deus. Cegá-las-ão de tal for-ma que, salvo por graça particular, estas pessoas tomarão o espírito destes anjos maus. Muitas casas religiosas perderão completamente a fé e perder-se-ão muitas almas.

10) Os livros maus abundarão na terra e os espíritos das trevas espalharão por toda a parte um relaxamento universal por tudo que seja serviço de Deus e terão um grandíssimo poder sobre a natureza. Haverá Igrejas dedicadas ao culto destes espíritos. Certas pessoas serão transportadas de um a outro lugar por estes espíritos maus e até sacerdotes, porque eles não serão conduzidos pelo bom espírito do Evangelho, que é um espírito de humildade, de caridade e de zelo pela glória de Deus.

11) Far-se-á ressuscitar mortos e justos.. na verdade demônios sob as suas figuras que pregarão um evangelho contrário ao de Jesus...E ver-se-á por toda a parte prodígios extraordinários, porque a fé verdadeira se extinguiu e a falsa luz ilumina o mundo. Ai dos príncipes da Igreja que se tenham apenas dedicado a acumular riquezas e salvaguardar a sua autoridade e a dominar com orgulho.

12) O vigário de meu Filho terá muito que sofrer, porque por um tempo, a Igreja será entregue a grandes perseguições: será o tempo das trevas. A Igreja terá um crise medonha!

14) O Santo Padre sofrerá muito. Estarei com ele até no fim, para receber o seu sacrifício.(Zc 13,7) Os malvados atentarão muitas vezes contra sua vida, sem poder por fim a seus dias; mas, nem ele, nem o seu sucessor – verão o triunfo da Igreja de Deus;

15) Os governantes civis terão todos o mesmo plano,(Ap 17,13) que será abolir e fazer desaparecer todo o princípio religioso, para dar lugar ao materialismo, ao ateísmo, ao espírito das trevas e a toda a espécie de vícios.

16) No ano de 1865 ver-se-á a abominação nos lugares santos. Nos conventos, as flores da Igreja estarão putrefatas e o demônio se converterá no rei dos corações. Que os que estão na frente das comunidades religiosas vigiem as pessoas que hão de receber, porque o demônio usará toda a malícia, para introduzir nas ordens religiosas, pessoas dadas ao pecado, pois as desordens e o amor aos prazeres da carne estarão espalhados por toda a terra.

17) A França, a Itália, a Espanha e a Inglaterra estarão em guerra; o sangue escorrerá pelas ruas; o francês lutará contra o francês e o italiano contra o italiano, e depois haverá uma guerra geral que será medonha. Por pouco tempo Deus esquecer-se-á da França e da Itália, porque o Evangelho de Jesus já não é conhecido. Os malvados desenvolverão toda a sua malícia; os homens haverão de matar-se e assassinar-se até dentro das casas.

18) Ao primeiro golpe da sua espada fulminante, as montanhas e a natureza inteira estremecerão de espanto, porque as desordens e os crimes dos homens trespassaram a abóbada dos céus. Paris será queimada, Marselha engolida. Várias cidades grandes serão abaladas e soterradas por terremotos. Julgar-se-á tudo perdido. Não se verá mais que homicídios, não se ouvirá mais que o ruído das armas e blasfêmias. Os justos sofrerão muito; as suas orações, a sua penitência e as suas lágrimas subirão ao céu e todo o povo de Deus pedirá perdão e misericórdia e implorará a minha ajuda e intercessão.

19) Então Jesus Cristo, por um ato da Sua Justiça e misericórdia para com os justos, mandará Seus anjos dar morte a todos os Seus inimigos. Num abrir e fechar de olhos, os perseguidores da Igreja de Jesus Cristo e TODOS os homens escravos do pecado perecerão e a terra ficará como um deserto.

20) Então far-se-á a paz e haverá a reconciliação de Deus com os homens. Jesus Cristo será servido, adorado e glorificado. Os novos reis serão o braço direito da Santa Igreja, que será forte, humilde e piedosa, pobre, zelosa e imitadora de virtudes de Jesus Cristo. O Evangelho será pregado por toda a parte(Mt 24,14) e os homens farão grandes progressos na fé, porque haverá unidade entre os obreiros de Jesus Cristo e porque os homens viverão no temor de Deus.

21) Esta paz entre os homens não será longa: 25 anos de abundantes colheitas farão esquecer que os pecados dos homens são a causa de todos os males que sucedem à terra.

22) Um precursor do anticristo, com um exército composto de muitas nações,(Ap 17,14) combaterá o verdadeiro Cristo, o único salvador do mundo; derramará muito sangue e pretenderá aniquilar o culto de Deus para que se considere a ele como Deus.

23) A terra será castigada com toda espécie de pragas, além da peste e da fome que serão gerais; haverá guerras,( Mt 24,7) até a última, que será feita então pelos 10 reis aliados do anticristo, que terão todos o mesmo desígnio e serão os únicos a governar o mundo;(Ap 17)

24) Antes que isso aconteça haverá no mundo uma falsa paz. Não se pensará senão em divertimentos. Os malvados entregar-se-ão a todo gênero de pecados. Mas meus filhos da Santa Igreja, os filhos da fé, os meus verdadeiros imitadores, crescerão no amor de Deus e nas virtudes que mais me são queridas. Ditosas as almas humildes, dirigidas pelo Espírito Santo. Eu combaterei com elas até chegarem à plenitude dos tempos.

25) A natureza clama por vingança contra os homens e treme de medo à espera do que deve acontecer à terra, empapada em crimes. Tremei ó terra e vós que fazeis profissão de servir a Jesus Cristo, e que, dentro de vós, adorais a vós mesmos! Tremei, porque Deus vai vos entregar ao seu inimigo, porque os lugares santos estão em corrupção; muitos conventos já não são mais casas de Deus, mas pastos de Asmodeu e dos seus;

26) Será durante este tempo que nascerá o anticristo, duma religiosa hebraica, duma falsa virgem, que terá comunicação com a antiga serpente, o mestre da impureza. O seu pai será um bispo. À nascença, vomitará blasfêmias, terá dentes, numa palavra, será a encanação do diabo. Soltará gritos medonhos, fará prodígios e só se alimentará de impurezas. Terá irmãos que, embora não sendo diabos incarnados como ele, serão filhos do mal. Aos 12 anos chamarão a atenção pelas rudes vitórias que alcançarão. Bem depressa se colocarão a frente de grandes exércitos, assistidos por legiões do inferno.

27) As estações mudarão. A terra só produzirá maus frutos. Os astros perderão os seus movimentos regulares. A lua só refletirá uma débil luz avermelhada. Água e fogo imprimirão ao globo da terra movimentos convulsivos e horríveis terremotos tragarão montanhas e cidades inteiras.

28) Roma perderá a fé e converter-se-á na sede do anticristo.

29) Os demônios do ar farão, com o anticristo, grandes prodígios na terra e nos ares e os homens perverter-se-ão cada vez mais. Deus cuidará dos seus fiéis servidores e dos homens de boa vontade. O Evangelho será pregado por toda a parte e todos os povos e todas as nações conhecerão a verdade.(Mt 24,14)

30) Eu dirijo um apelo urgente á terra: clamo aos verdadeiros discípulos de Deus Vivo que reina nos céus; chamo os verdadeiros imitadores de Cristo feito homem, o único e verdadeiro Salvador dos homens; chamo os meus filhos, os meus verdadeiros devotos, os que se deram a Mim, para que Eu os conduza a Meu Divino Filho, àqueles que Eu levo por assim dizer nos mus braços; chamo os que viveram do meu espírito; chamo enfim os apóstolos dos últimos tempos, os fiéis discípulos de Jesus Cristo, que viveram nos desprezo do mundo e de si próprios, na pobreza e na humildade, no desprezo e no silêncio, na oração e na mortificação, na castidade e na união com Deus, no sofrimento e desconhecidos do mundo. Já é hora que saiam e venham iluminar a terra. Ide e mostrai-vos como meus filhos queridos. Estou convosco e em vós, desde que a vossa fé seja luz vos ilumine nestes dias de infortúnio. Que o vosso zelo vos torne como que famintos da glória e da honra de Jesus Cristo. Combatei, filhos da luz, vós, pequeno número que ainda tendes VISTA; porque chegou o "tempo dos tempos" o fim dos fins.

31) A Igreja estará eclipsada, o mundo estará em aflição. Mas eis que chegam Enoch e Elias, (Ap 11, 3),cheios do Espírito de Deus; eles pregarão com a força de Deus e os homens de boa vontade acreditarão em Deus e muitas almas serão consoladas. Farão grandes progressos pela virtude do Espírito Santo e condenarão os erros diabólicos do anticristo.

32) Ai dos habitantes da terra! Virão guerras sangrentas, fomes, pestes e enfermidades contagiosas; chuvas de uma horrorosa saraiva de animais que abalarão cidades e terremotos que engolirão países; ouvir-se-ão vozes no ar; os homens baterão com a cabeça nos muros chamando a morte, e, por outro lado, a morte será o seu suplício. Correrá sangue por toda a parte. Quem poderá vencer se Deus não diminuir este tempo de prova? Pelo sangue, as lágrimas e as orações dos justos Deus se deixará aplacar. Enoch e Elias serão martirizados. Roma pagã desaparecerá. Cairá fogo do céu e consumirá três grandes cidades. Todo o universo será presa de grande terror e muitos se deixarão seduzir, porque não adoraram ao verdadeiro Cristo que vivia entre eles. Chegou o tempo: O sol escurece; só a fé viverá!

33) Eis o tempo; abre-se o abismo. Eis o rei dos reis das trevas. Eis a besta com os seus súditos dizendo-se o salvador do mundo. Elevar-se-á com soberba pelos ares para subir ao céu; será precipitado pelo sopro de São Miguel Arcanjo e cairá; a terra que estava há três dias em contínuas evoluções, abrirá o seu seio, cheio de fogo, e ele será precipitado para sempre com todos os seus nos abismos eternos do inferno;

34) Então a água e o fogo purificarão a terra e consumirão todas as obras do orgulho humano e tudo será renovado. Deus será servido e glorificado.

http://www.fimdostempos.net/salette.html

Compare preços - Segredo de Fátima - Livros - DVDs


Anúncios são de responsabilidade do Google AdSense – qualquer anúncio que não professe a fé católica, informe-nos para que possamos bloquear o site exposto!